Diferentes Explantes e Reguladores de Crescimento na Indução de Calos em Dipteryx Odorata (Aubl.) Forsyth F

Autores

  • Tainá Rocha Universidade Federal do Pará, Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade e Conservação. PA, Brasil.
  • Renato Paiva Universidade Federal de Lavras, Programa de Pós-Graduação em Fisiologia Vegetal. MG, Brasil.
  • Afonso Ricardo de Souza Centro de Tecnologia Canavieira. Pesquisador. SP, Brasil.
  • Brenda Thayná Souza da Silva Universidade Estadual de Feira de Santana, Programa de Pós-Graduação em Recursos Genéticos Vegetais. BA, Brasil.
  • Hairon Antonio Friedrich Rodrigues Universidade Federal do Pará. PA, Brasil.
  • Israeli Ingrid Costa de Brito Brito Universidade Federal do Pará. PA, Brasil.
  • Gabriel Alves de Souza da Silva Universidade Federal do Pará. Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade e Conservação. PA, Brasil.
  • Raírys Cravo Herrera Universidade Federal do Pará, Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade e Conservação. PA, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.17921/1415-6938.2024v28n1p12-16

Resumo

Espécies florestais possuem grande valor comercial, contudo, ainda necessitam de estudos que visem o seu estabelecimento in vitro. O sucesso do cultivo depende diretamente de fatores como a composição do meio nutritivo e o tipo de explante, que determinam a indução e o controle da morfogênese vegetal. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito de diferentes concentrações de 2,4-diclorofenoxiacético (2,4-D), Picloram e Thidiazuron (TDZ) na morfogênese in vitro de Dipteryx odorata (Aubl.) Forsyth f. Segmentos cotiledonares e do primeiro par de folhas de plântulas obtidas in vitro foram inoculados em meio MS, esterilizado quimicamente com Dioxiplus® (ClO2), e suplementado com diferentes concentrações (0, 2, 4 e 8 mg L-1) de 2,4-D, Picloram e TDZ. A porcentagem de indução de calos foi avaliada após 30 (trinta) dias de cultivo, sendo maior para os segmentos cotiledonares, independentemente do regulador de crescimento utilizado. Em segmentos foliares, a formação de calos foi observada na concentração de 8 mg L-1 de 2,4-D, e 4 e 8 mg L-1 de TDZ. Em segmentos cotiledonares, 2 mg L-1 de Picloram, e 2 e 8 mg L-1 de TDZ. Para a espécie D. odorata, os explantes cotiledonares foram mais responsivos à calogênese na presença dos reguladores de crescimento Picloram (4 e 8 mg L-1) e TDZ (2 mg L-1).

Palavras-chave: Micropropagação. Calogênese. Morfogênese. Cumaru. Tonka Bean.

Abstract

Forest species have great commercial value, however, many of these species still need studies aimed at their in vitro establishment, in addition, the success of cultivation depends directly on factors such as the composition of the nutrient medium and the type of explant, and these factors determine the induction and control of plant morphogenesis. In this sense, this study aimed to evaluate the effect of different concentrations of 2,4-dichlorophenoxyacetic acid (2.4-D), Picloram, and Thidiazuron (TDZ) on the in vitro morphogenesis of Dipteryx odorata (Aubl.) Forsyth f. Cotyledonary segments and the first pair of leaves from seedlings obtained in vitro were inoculated in MS medium, chemically sterilized with Dioxiplus® (ClO2), and supplemented with different concentrations (0, 2, 4, and 8 mg L-1) of 2.4 -D, Picloram, and TDZ. The percentage of callus induction was evaluated after 28 days of cultivation, being higher for the cotyledonary segments regardless of the growth regulator used. In leaf segments, callus formation was observed at the concentration of 8 mg L-1 of 2,4-D, and 4 and 8 mg L-1 of TDZ. In cotyledonary segments, 2 mg L-1 of Picloram, and 2 and 8 mg L-1 of TDZ. For the D. odorata species, the cotyledonary explants were more responsive to callogenesis, and the growth regulators Picloram (4 e 8 mg L-1) and TDZ (2 mg L-1) were more efficient.

Keywords: Micropropagation. Callogenesis. Morphogenesis. Cumaru. Tonka Bean.

Publicado

2024-04-22

Como Citar

ROCHA, Tainá; PAIVA, Renato; SOUZA, Afonso Ricardo de; SILVA, Brenda Thayná Souza da; RODRIGUES, Hairon Antonio Friedrich; BRITO, Israeli Ingrid Costa de Brito; SILVA, Gabriel Alves de Souza da; HERRERA, Raírys Cravo. Diferentes Explantes e Reguladores de Crescimento na Indução de Calos em Dipteryx Odorata (Aubl.) Forsyth F. Ensaios e Ciência C Biológicas Agrárias e da Saúde, [S. l.], v. 28, n. 1, p. 12–16, 2024. DOI: 10.17921/1415-6938.2024v28n1p12-16. Disponível em: https://ensaioseciencia.pgsscogna.com.br/ensaioeciencia/article/view/11007. Acesso em: 25 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos