Um olhar sobre a valorização e manutenção dos conhecimentos tradicionais de plantas medicinais no cuidado com a saúde da família na Comunidade Quilombola do Timbó, Garanhuns - Pernambuco, Brasil

Autores

  • Yalli Vanessa Borges Souza Universidade Federal do Agreste de Pernambuco, Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais. PE, Brasil.
  • Horasa Maria Lima da Silva Andrade Universidade Federal do Agreste de Pernambuco, Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais. PE, Brasil.
  • Luciano Pires de Andrade Universidade Federal do Agreste de Pernambuco, Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais. PE, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.17921/1415-6938.2024v28n1p02-11

Resumo

O uso de plantas medicinais no tratamento de doenças é historicamente ancestral entre as populações humanas, principalmente, em comunidades tradicionais. A etnobotânica, como campo de conhecimento, tem buscado compreender a dinâmica do uso de plantas nas mais diversas populações humanas. Este estudo tem como objetivo refletir acerca da importância da valorização e manutenção dos conhecimentos tradicionais sobre as plantas medicinais no cuidado com a saúde da família, bem como na preservação sociocultural da comunidade quilombola do Timbó, Garanhuns – Pernambuco, Brasil. Este estudo se caracterizou como qualitativo, descritivo e exploratório, cuja coleta de dados foi realizada através de entrevistas semiestruturadas com especialistas locais, ou seja, aqueles reconhecidos como detentores de maior conhecimento sobre as plantas medicinais no território do estudo e que, por sua vez, fazem uso de plantas medicinais, seja para seu próprio consumo, seja no cuidado familiar. Os resultados encontrados com a pesquisa evidenciaram que o principal cuidado em saúde realizado é a utilização de plantas medicinais na atenção primária à saúde. No entanto, percebeu-se, por meio das respostas dos especialistas locais, que está ocorrendo significativa diminuição da transmissão do conhecimento entre as gerações familiares e que não existe, efetivamente, a participação da equipe de saúde institucional junto aos moradores da comunidade como difusores de informações sobre esta prática. Além disso, foi possível compreender os processos socioculturais e ecológicos de conservação da biodiversidade cultural, que vêm se transformando ao longo do tempo, assim como ressaltar o importante papel da agricultura familiar, dos povos e comunidades tradicionais, pois se torna evidente que estas comunidades tradicionais são agentes diretamente responsáveis em preservar esse patrimônio imaterial de plantas nativas e exóticas.

Palavras-chave: Etnobotânica. Saberes Tradicionais. Erva Medicinal.

Abstract

The use of medicinal plants in the treatment of diseases is historically ancestral among human populations, especially in traditional communities. Ethnobotany, as a field of knowledge, has sought to understand the plant’s use dynamics in the most diverse human populations. This study aims to reflect on the importance of valuing and maintaining traditional knowledge about medicinal plants in the care of the family's health, as well as in the sociocultural preservation of the quilombola community of Timbó, Garanhuns - Pernambuco, Brazil. This study was characterized as qualitative, descriptive and exploratory, whose data collection was carried out through semi-structured interviews with key informants who use medicinal plants, either for their own consumption or in family care. The results found with the research showed that the main health care performed is the use of medicinal plants in primary health care. However, it was noticed, through the answers of the informants, that there is a significant decrease in the transmission of knowledge between the family generations and that there is no effective participation of the institutional health team with the residents of the community as disseminators of information about this practice. In addition, it was possible to understand the sociocultural and ecological processes of conservation of cultural biodiversity that have been changing over time, as well as highlight the important role of family farming, peoples and traditional communities, as it becomes evident that these traditional communities are agents directly responsible for preserving this intangible heritage of native and exotic plants.

Keywords: Ethnobotany. Traditional Knowledge. Medicinal Herb.

Publicado

2024-04-22

Como Citar

BORGES SOUZA, Yalli Vanessa; LIMA DA SILVA ANDRADE, Horasa Maria; PIRES DE ANDRADE, Luciano. Um olhar sobre a valorização e manutenção dos conhecimentos tradicionais de plantas medicinais no cuidado com a saúde da família na Comunidade Quilombola do Timbó, Garanhuns - Pernambuco, Brasil. Ensaios e Ciência C Biológicas Agrárias e da Saúde, [S. l.], v. 28, n. 1, p. 02–11, 2024. DOI: 10.17921/1415-6938.2024v28n1p02-11. Disponível em: https://ensaioseciencia.pgsscogna.com.br/ensaioeciencia/article/view/10996. Acesso em: 25 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos