Uso de Adesivo a Base de Carboximetilcelulose para Cicatrização de Ferida em Membro Pélvico com Suspeita da Síndrome Familiar dos Cães Shar-pei Chineses: Relato de Caso

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17921/1415-6938.2023v27n4p386-389

Resumo

A Síndrome Familiar do Shar-Pei Chinês (SFSPC) é uma doença hereditária que afeta a pele e os tecidos musculoesqueléticos. Este relato de caso descreve o uso de adesivo à base de carboximetilcelulose para a cicatrização de uma ferida no membro pélvico de um cão suspeito de ter SFSPC. Um cão Shar-Pei Chinês, suspeito de SFSPC, apresentou uma ferida profunda e extensa no membro pélvico. O tratamento convencional incluiu limpeza da ferida, terapia com antibióticos e curativos regulares. Além disso, um adesivo à base de carboximetilcelulose foi aplicado na ferida. Durante o período de tratamento, parâmetros de cicatrização como tempo de fechamento da ferida, granulação tecidual e resposta inflamatória foram avaliados. A aplicação do adesivo à base de carboximetilcelulose resultou em uma cicatrização acelerada da ferida, com fechamento mais rápido e melhora significativa na granulação tecidual. Além disso, observou-se uma redução na resposta inflamatória local. Este relato de caso sugere que o adesivo à base de carboximetilcelulose pode ser uma opção terapêutica eficaz para a cicatrização de feridas nos membros pélvicos de cães suspeitos de SFSPC. Estudos adicionais são necessários para avaliar a eficácia e segurança deste adesivo, proporcionando assim evidências científicas mais robustas.

Palavras-chave: Cães. Afecções de Pele Recorrentes. Síndrome Hereditária. Carboximetilcelulose.

Abstract
The Familial Chinese Shar-Pei Syndrome (FCSPS) is a hereditary disease that affects the skin and musculoskeletal tissue. This case report describes the use of a carboxymethylcellulose-based adhesive for the healing of a wound on the pelvic limb of a dog suspected of having FCSPS. A Chinese Shar-Pei dog, suspected of FCSPS, presented with a deep and extensive wound on the pelvic limb. The conventional treatment included wound cleaning, antibiotic therapy, and regular dressings. Additionally, a carboxymethylcellulose-based adhesive was applied to the wound. During the treatment period, healing parameters such as wound closure time, tissue granulation, and inflammatory response were evaluated. The application of the carboxymethylcellulose-based adhesive resulted in accelerated wound healing, with faster closure and significant improvement in tissue granulation. Furthermore, a reduction in the local inflammatory response was observed. This case report suggests that the carboxymethylcellulose-based adhesive may be an effective therapeutic option for wound healing in the pelvic limbs of dogs suspected of FCSPS. Further studies are needed to evaluate the efficacy and safety of this adhesive, thus providing more robust scientific evidence.

Keywords: Dogs. Recurrent Skin Issues. Hereditary Syndrome. Carboxymethylcellulose.

Downloads

Publicado

2023-12-19

Como Citar

JORGE, Manuela Amanda et al. Uso de Adesivo a Base de Carboximetilcelulose para Cicatrização de Ferida em Membro Pélvico com Suspeita da Síndrome Familiar dos Cães Shar-pei Chineses: Relato de Caso. Ensaios e Ciência C Biológicas Agrárias e da Saúde, [S. l.], v. 27, n. 4, p. 386–389, 2023. DOI: 10.17921/1415-6938.2023v27n4p386-389. Disponível em: https://ensaioseciencia.pgsscogna.com.br/ensaioeciencia/article/view/10914. Acesso em: 16 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos