Análise do Consumo de Micronutrientes em Adultos com Síndrome de Down

Autores

  • Leiliane Cruz Reis Universidade Federal do Pará, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Oncologia e Ciências Médicas. PA, Brasil
  • Brênelly Emanuelli Alexandre Dias Universidade Federal do Pará. PA, Brasil
  • Saulo Vinícius Viana Santos Silva Universidade Federal do Pará. PA, Brasil
  • Rosilene Reis Della Noce Universidade Federal do Pará, Centro de Referência em Obesidade. PA, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.17921/1415-6938.2023v27n4p441-448

Resumo

A Síndrome de Down é uma alteração genética que leva ao desenvolvimento de complicações clínicas que podem estar associadas a ingestão deficiente de nutrientes. Desse modo, o objetivo deste trabalho foi avaliar o consumo de micronutrientes, como: vitaminas B1, B6, B9, C, D, E, A, K, minerais Cálcio, Selênio, Manganês, Iodo, Zinco e Cobre em pacientes com Síndrome de Down. Trata-se de um estudo descritivo transversal com 15 adultos com Síndrome de Down, entre 20 a 40 anos, 6 mulheres e 9 homens, que foram atendidos no Centro de Referência à Obesidade no Hospital Universitário Bettina Ferro de Souza em Belém- PA. A maioria apresentou alguma deficiência na ingestão, dentre os micronutrientes avaliados, as vitaminas B1, B9, E, A, K, Cálcio, Selênio e Manganês, estavam inferiores ao estipulado ao grupo feminino. Para o masculino, os nutrientes inadequados foram B1, B6, B9, E e K, Cálcio, Selênio, Manganês, Cobre e Iodo, os quais, nessas condições, podem levar ao comprometimento de funções corporais. As vitaminas C, D e mineral Zinco, em ambos os grupos, B6, Iodo e Cobre nas mulheres e vitamina A nos homens, permaneceram acima da recomendação. Considerando a análise do R24h e as condições fisiopatológicas dos pacientes, há probabilidade de haver carências nutricionais, pois a maioria das amostras apresentou algum grau de deficiência no consumo de micronutrientes. Assim, como não há dados que comprovem as implicações dessas desordens nutricionais nesses pacientes, esse estudo é de extrema importância para impulsionar outros trabalhos sobre essa temática.

Palavras-chave: Síndrome de Down. Micronutrientes. Deficiência Nutricional.

Abstract
Down Syndrome is a genetic alteration that leads to the development of clinical complications that may be associated with deficient nutrient intake. Therefore, the objective of this work was to evaluate the consumption of micronutrients, such as: vitamins B1, B6, B9, C, D, E, A, K, minerals Calcium, Selenium, Manganese, Iodine, Zinc and Copper in patients with Syndrome of Down. This is a descriptive cross-sectional study with 15 adults with Down Syndrome, between 20 and 40 years old, 6 women and 9 men, who were treated at the Obesity Reference Center at the Bettina Ferro de Souza University Hospital in Belém- PA. The majority had some deficiency in their intake, among the micronutrients evaluated, vitamins B1, B9, E, A, K, Calcium, Selenium and Manganese, were lower than those stipulated for the female group. For men, the inadequate nutrients were B1, B6, B9, E and K, Calcium, Selenium, Manganese, Copper, and Iodine, which, under these conditions, can lead to compromised bodily functions. Vitamins C, D and the mineral Zinc, in both groups, B6, Iodine and Copper in women and vitamin A in men, remained above the recommendation. Considering the 24hR analysis and the patients' pathophysiological conditions, there is likely to be nutritional deficiencies, as most samples showed some degree of deficiency in the consumption of micronutrients. Therefore, as there is no data that proves the implications of these nutritional disorders in these patients, this study is extremely important to promote further work on this topic.

Keywords: Down Syndrome. Micronutrients. Nutritional Deficiency.

Biografia do Autor

Brênelly Emanuelli Alexandre Dias, Universidade Federal do Pará. PA, Brasil

Nutricionista pela Universidade Federal do Pará 

Saulo Vinícius Viana Santos Silva, Universidade Federal do Pará. PA, Brasil

Nutricionista pela univerdidade Federal do Pará 

Rosilene Reis Della Noce, Universidade Federal do Pará, Centro de Referência em Obesidade. PA, Brasil

Graduação em Nutrição na Universidade Federal do Pará (2005). Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na Amazônia na Universidade Federal do Pará (2007). Professor Assistente (DE) da Universidade Federal do Pará (2008). Curso de Formação Avançada em Doenças Metabólicas e Comportamento Alimentar na Universidade de Lisboa-Portugal (2013). Experiência na área de Nutrição, atuando nas seguintes linhas de pesquisa em obesidade e cirurgia da obesidade: transtorno do comportamento alimentar (EDI-3), Estresse Percebido, Estudos da personalidade (NEO PI-R), Ansiedade e Depressão de Beck, Gene da serotonina (5-HT2A receptor), Atividade física (IPAQ), R24h e bioimpedância. Ambulatório nutricional infantojuvenil de obesidade, autismo, síndrome de Down e outras doenças genéticas. Vigilância epidemiológica de populações (afrodescendentes, ribeirinhos e indígenas). Gestão de projetos e políticas públicas de reabilitação, obesidade e segurança alimentar e nutricional.

Downloads

Publicado

2023-12-19

Como Citar

REIS, Leiliane Cruz; DIAS, Brênelly Emanuelli Alexandre; SILVA, Saulo Vinícius Viana Santos; NOCE, Rosilene Reis Della. Análise do Consumo de Micronutrientes em Adultos com Síndrome de Down. Ensaios e Ciência C Biológicas Agrárias e da Saúde, [S. l.], v. 27, n. 4, p. 441–448, 2023. DOI: 10.17921/1415-6938.2023v27n4p441-448. Disponível em: https://ensaioseciencia.pgsscogna.com.br/ensaioeciencia/article/view/10773. Acesso em: 16 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos